Carta à Presidenta Dilma Rousseff

34 CNlL5O4WoAAzovH.jpg

Excelentíssima Senhora Presidenta da República!

Dilma Rousseff

A justiça é um compromisso indivisível, vamos resistir ao controle do pensamento, impostos pela grande mídia conservadora. Ela é a prosperidade e não pode ser usufruída só por um grupo de pessoas privilegiadas, enquanto tantos sofrem com a falta dela. A força da solidariedade com o sofrimento dos socialmente desprovidos deixa claro em minha visão de nacionalismo. Portanto, estas pessoas têm o direito de serem felizes.

No cerne desta convicção tenha o desejo de livrar estas pessoas da miséria, o anseio de impulsionar para alcançar a inclusão de todas as pessoas em todos os lugares do Brasil. Não admita exceção em seu compromisso Presidenta Dilma Rousseff de preservar os direitos fundamentais de seu povo, na dignidade e no valor; promova o progresso econômico e social de todos, elimine a miséria do Brasil. Portanto, ressalto mais uma vez a reumanização da atividade da política dos meios de comunicações, tanto no âmbito social como no econômico, deixando em claro o meu pensamento do papel do Estado na proteção desses valores fundamentais. Contudo, fica claro que nos meios social abastado eles pensem ao contrário. Entretanto, o estado tem a função balizadora deste conflito. De toda maneira, os direitos e as liberdades civis não restringidas em nome do poder econômico, deixando vulnerável esta parcela da sociedade; expondo essas pessoas a condições de privações inesperadas. Há dois anos o Papa Francisco fez um desafio, amplamente divulgado, ao sistema econômico: “Um desabrigado morre de frio e não é noticia? Mas quando a bolsa cai dois pontos sai na primeira pagina?”. A fixação de índices macros como taxas de crescimento econômico acabam deixando de lado a preocupação com a qualidade de vida e a dignidade desta parcela da nossa sociedade.

Presidenta Dilma, é natural que aspectos específicos da prática política e econômica mudem de acordo com a época, mas há princípios que devem ser respeitados e padrões de condutas que não podem ser ignorados, e podemos dizer que o papel da política e da economia é oferecer em tempos de crise um espaço de segurança, para os mais necessitados, para que estas pessoas recuperem a esperança de viver. Reconsiderando as origens da política e, encontrar a esperança, capaz de tornar a sociedade um lugar melhor. Quando as políticas funcionam em grande escala nos deparamos com o chamado “déficit democrático”, pela ausência da vontade popular. O mesmo é correspondente no âmbito da economia, seria o caso de excessos do setor financeiro em que a especulação descontrolada provoca perda na economia do povo. O que o povo quer é justiça, fazendo conter estas tendências e ajustando o atual sistema político e econômico?

Mahatma Gandhi (1869-1948), escreveu a um amigo – “Lembre-se do rosto da pessoa mais pobre que você já viu, e pergunte a si mesmo; se o passo que você vai dar será de alguma utilidade para ela”?  Mantenha em mente ao tomar decisões cruciais são os sofrimentos das pessoas com as quais convivermos, em vez de uma dinâmica política que só favoreça determinados interesses. É congruente a ideia de evitar os extremos; isto é, de viver e de criar a própria marca na sociedade. Com esta atitude, pode explorar os sistemas políticos e econômicos e dar condições à sociedade para a sua reumanização. Pode até receber criticas por contrariar os poderosos e seus costumes. O espírito inspirador de uma sociedade não existe sem a contribuição solidária de cada indivíduo. Nossa solidariedade é que nos levará a reumanização da política e da economia gerando solidariedade da chave para transformação da historia, em ponderando o desenvolvimento de uma sociedade igualitária e com retidão. Entretanto, na arena do debate é que, situar-se em campo da irracionalidade, da ignorância, da vaidade e, por vezes, do ódio. Se posta em sítio distante da razoabilidade, do bom senso, da ponderação. Então, desça a essa arena da contradição; não deixe alguém sem resposta para que não passe por sábio. Por ser um terreno árido, em que coexistem falsas crenças; onde a direita e a elite financeira querem e ditam a regra do jogo; em nome da moralidade e da democracia, põe as mãos, o que fica é o caos social. Refiro-me aos que tem uma postura persecutória, cometendo as mais variadas exposições; já manifestada dos sofrimentos dos menos privilegiados e não, na busca de soluções para nossos problemas.

Incentive os brasileiros e ajudá-los a desenvolver seu potencial, pelo bem e para atuarem na sociedade! O verdadeiro herói é aquele que desenvolve seu povo, inspirado pela maneira altruística. Incentiva a refletir sobre as ações que não está em harmonia com a sociedade. É comum em que os resultados da atividade política e econômica resultam em miséria, está à indiferença com a dor dos outros e a ânsia pela autojustificação. Enquanto prevalecer este pensamento, o próprio sucesso da prosperidade não se sustenta. Eu já experimentei tristeza profunda de perder meu poder econômico, porém jamais critiquei governantes. Entretanto, o meu verdadeiro desafio é restaurar a esperança e a vontade de viver. Portanto, deixo uma alerta aos governantes; é cada vez maior a rejeição que as pessoas com mais de 60 anos sofrem, as privações, tal, como, o emprego, e até a insegurança alimentar. Para muitos companheiros, privações econômicas são agravadas pela sensação de isolamento social e exige uma reconfiguração no conceito de dignidade, por doença, idade ou acidente, podendo em algum momento requerer à ajuda de outros para viver, é uma nova direção como questão preocupante do mundo moderno. E por fim, as pessoas ficam desesperadas quando são isoladas e se tornam incapazes de serem aceitas pela sociedade.

O discurso de ódio está se tornando um grave problema social no Brasil, nos levando à violência direta do ódio político, ele surge do desejo de prejudicar o outro. Faça agora, propostas para enfrentar as questões que necessitam urgentemente, de abordagem criativa que vá além do escopo do pensamento convencional, indispensáveis para eliminar a miséria do Brasil. Apesar das limitações estruturais e restritivas que enfrenta como uma sociedade composta pela diversificação sócia política e econômica. Enfatizo a participação da sociedade civil, desenvolvendo ação compartilhada para o enfrentamento e a ameaça à vida e a dignidade dos menos privilegiados do léxico humano. Mas também resulta na desumanidade de perpetuação de uma ordem social distorcida em que pessoas, cuja qualidade de vidas poderia ser melhorada; são forçadas a continuar a viver em condições perigosas e degradantes. Esperamos que o calor humano, a cordialidade, a criatividade e a sensibilidade das mulheres tenham maior reflexo na sociedade, num mundo em que se busca somente a eficiência de produtos e serviços. Uma pessoa admirável é aquela que cumpre seus compromissos e honra suas promessas.

A sociedade propõe uma governança nos três pilares da república, legislativo, executivo e judiciário; que seja representação objetiva e fiel aos seus princípios e não uma distorção. Portanto, vamos denunciar principalmente, a hipocrisia e a corrupção da classe burguesa. Nosso povo está sendo, influenciado pele grande mídia que porta em voga criando e destruindo seus valores. Proudhon (1798-1857) – pensador e político francês, anarquista e ateu, foi um ferrenho inimigo dessa classe burguesa, que destroem valores construtivos. Propunha a construção naquela época de uma sociedade livre e absolutamente igualitária. Nossa sociedade é um simples produto biológico, cujo comportamento é a pressão do ambiente social. E da hereditariedade psicofisiológica. Nesse sentido, cabe a cada um de nossos representantes zelarem pela boa governança sem nenhuma interferência de ordem pessoal ou moral. Portanto, cabe aos poderes republicanos constituídos pela vontade do povo, sobre o qual vamos mover-se e desenvolvendo conceitos. Entretanto, o que vimos e sentimos através de nossos meios de comunicações de massas; são pregações, destruindo a união harmoniosa da sociedade. O fascismo é alimentado por pessoas que se dizem democrata, com movimento de ódio, contra um ideário político ideológico. Com efeito, à execração pública. Essa ideologia do ódio deu lugar a agressões descriminadas. Só o cotidiano nos ensina a arte do vencer superando desafios. Fazendo o melhor em cada tarefa. Estreite o elo de confiança entre seus pares, com o melhor de sua habilidade. Eis maravilhosa, fantástica, é o espelho que estreita os laços de convivência, estendendo esse labor a cada instante. É na sua multiculturabilidade indomável de dama polida. Só no fátuo da retórica de suas ideias e da moral, que venerar seus oponentes. Não importa o quão seja preparada, há coisa que não possa garantir com toda a certeza; quando estiver no rio da vida é provável que vá bater em algumas pedras. Entretanto, quando bater nestas pedras e desviar do caminho traçado, em muita das vezes seja tachada de fracassada ou derrotada. Lembre-se de que não há fracasso na vida. Há apenas resultados, que não consegue almejar ou que a sociedade espera de vossa excelência. “Somos o que pensamos”, tudo o que somos surge com nossos pensamentos “Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo”. Portanto, “Sonhe ainda que o sonho pareça impossível. Lute, ainda que o inimigo pareça invisível. Suporte a dor, ainda que seja insuportável. Pois corra por onde os bravos nunca ousaram percorrer. Transforme o mal em bem, ainda que seja necessário caminhar mil milhas. Ame o puro e o inocente, ainda que seja inexistente. Resista ainda que o corpo não mais resista”.

Disse Charlie Chaplin (1889-1977), ‘aqueles que ignoram a situação política estão enterrando a cabeça na areia. É preciso ser louco para fazer isso é ignorar a política quando ela é tudo o que importa’. Não podemos ignorar a política enquanto fizermos parte da sociedade; de fato, devemos manter uma vigilância rigorosa sobre as atitudes adversárias, neste momento.

Excelentíssima Senhora Presidenta da República Dilma Rousseff, deputados e senadores, por quê? O Brasil segue mudando, tomando firme posição não podemos viver com estes factoides, colocados nas mídias escrita, radiofônica e televisiva. Todos nós sabemos que uma mentira repetida várias vezes torna-se uma verdade absoluta. Não conseguimos enxergar o interior de uma pessoa. Há casos em que as pessoas parecem estar se empenhando ao máximo, entretanto, nas profundezas de seu ser elas são impulsionadas pela ambição e pelo desejo de alcançar uma alta posição e angariar poder e influência.

Trago algumas sugestões para fortalecer e crescer como nação igualitária. Com a eliminação do inadmissível mundo da desigualdade social. Tal como fome, saúde e educação para todos. Nosso futuro como nação depende do inadiável compromisso de todos e de cada um para que ninguém mais; inclusive as gerações vindouras venham a suportar. A missão do congresso, judiciário e executivo, é consistir em melhoria da qualidade de vida de pessoas famintas e miseráveis. Apresentando projetos de alcance maior, como acabar com a pobreza, em todas as suas formas deste país, assegurando o bem estar e promovendo a todos uma vida saudável; não são meras palavras – significam o compromisso dos três poderes respeitarem dignidade de todos os brasileiros.

A oposição das elites e mídias é a prova de que está no rumo certo. É preciso resiliência e aumentar o empenho. Oposição existe para ser vencida, tenha a convicção de que o surgimento de oposição ao seu governo está anunciando que se aproxima a chegada da vitória. Sem dúvida desse labor se estenderá por toda a história deste continente chamado Brasil, com a dedicação aos menos favorecidos, é, preciosa virtude é confiança cultivada a cada instante. Durante os últimos anos, fui percebendo que o Brasil estava entrando em um terreno árido, em que coexistem falsas crenças, dúvidas, sentimentos de insegurança e também autoritarismo por uma grande parte da sociedade. A radicalização das ideias e enveredar por caminho controverso, pois implica enfocar um objeto marcado por preconceito. Existe individuo que continua dando um peso não só desproporcional, mas também distorcido. Refiro-me a uma pequena parcela de privilegiados socialmente que têm uma postura persecutória ante os menos esclarecidos; um sinal de conservadorismos e racionalismo politicamente incorreto. Justificando por que ambas as posturas são equivocadas. É preciso mudar a forma como enxergamos a sociedade brasileira. Fica evidente são, sobretudo, a busca do expressar dessa faceta, numa perspectiva tal como a compreensão, as decisões relativas aos encaminhamentos pressupondo os saberes de diferente natureza. Se por um lado, sempre irá exigir de cada um de nós como iremos ter a sabedoria progressivamente; que hipóteses ou dificuldades vão superar para que nossas divergências sejam superadas heterogênicas. A reconstrução permanente de uma sociedade, sempre envolverá soluções alternativas, em função das pequenas ou grandes diferenças entre os que praticam a democracia: diferenças de valores, crenças e propósitos que elaboramos em nossas histórias de vida, a partir dos quais defendemos o que consideramos a melhor maneira de convivermos harmoniosamente.

Agora só se fala em crise, em consequência, repentinamente nossa sociedade ficou sem pé nem cabeça e nós ficamos desnorteados sem saber o que fazer. Entretanto, essa visão exagerada e falsa, só ajuda disseminar discórdia, preconceito e estigmas. Precisamos alertar nossa sociedade; a fim de, não promovermos mais descriminação do que aquela que até hoje se pratica em nossa sociedade. Temos o hábito de fazer o maior escarcéu em termo de qualquer divergência – precisamos compreender em suas implicações sociais e econômicas. Estabelecer um elo entre a inclusão, responsabilidade, motivação, recuperando a autoestima e sonhos. Trabalhar em equipe unindo em um só ideal; que é o de tirar o Brasil da crise. Só o trabalho feito com sinceridade e dedicação traz a vitória desta nação. É partindo dessa premissa que provamos a vitória, gerando a mudança da condição atual. Como é gratificante abrir um jornal, ligar um rádio, televisão e lermos, ouvir ou ver noticias boas. Estas coisas é o que aquecem nossos corações. Como é bom que cada indivíduo acredite no seu potencial como ser o autor principal.

É dever nosso construir uma nação de pessoas que sirvam a sociedade e não que se sirvam dela. Uma nação harmoniosa, desta forma haveremos de protagonizar uma história de desenvolvimento social e econômico. Por fim, firmo-me consciente da absoluta alienação jornalística, incapaz de compreender coisa alguma fora de sua tacanha visão míope, com que seja o único a descobrir o que está de fato acontecendo. O ridículo alheamento da grande mídia ajuda a desnudar as manobras, nos porões da elite que sempre escravizou os mais necessitados. Um golpe político está em via de concretizar; onde corruptos se vangloriam ridiculamente para felicidades de interesses ridículos. Em fim, quase tudo é ridículo quase nada é sério, vale apena uma gargalhada… “Noticia é o que quer ler um sujeito que não se interessa por coisa nenhuma”. Só nos resta valermos do 5º (quinto) poder, que é a internet com suas grandes redes social; para denunciar este golpe político. Devemos nos preparar para encontrar muitas coisas galhofeiras e metafóricas; muita coisa inteligível irá parecer irrelevante e fantasiosa, mas que bem pode servir de molho com o qual o pesado prato de pensamentos se tornará digerível para esses aproveitadores, e, que vivem amamentados nas tetas do governo, exalando modernidade e moralidade; como diz os grandes pensadores: “Queimem as bibliotecas, pois o valor delas está nos livros”… Todo e qualquer cidadão sabe que o direito no mundo de hoje, só está em questão para iguais em poder; os fortes fazem o que podem, e os fracos sofrem o que devem sofrer.

Portanto, Presidenta está a condenando porque sentem vergonha da própria incapacidade, que desejam esconder. Entretanto, vivemos em sociedade oligarquia plutocrática, onde o poder econômico coordena as forças sociais e programas de governos; em que cada lufada de oratória agita as águas e desvia o curso, servindo aos cordões oligárquicos por detrás do palco democrático.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s